MENOS É MAIS: OS BENEFÍCIOS DO MINIMALISMO

No nosso artigo sobre Hara abordámos o modo como a respiração abdominal profunda pode ajudar a reorientar a mente e a manter a nossa sensação de energia. Mas há também uma série de coisas que pode fazer na sua vida “exterior” para pôr em ordem, recalibrar e melhorar de forma significativa o seu bem-estar.

Começa com aceitar o minimalismo.

Ao contrário das crenças populares ou das representações na cultura popular, o minimalismo não é sinónimo de deixar de lado todos os seus bens materiais e viver numa casa vazia. É mais subtil do que isso.

Adotar uma abordagem minimalista da vida começa com algumas perguntas pessoais. Pergunte a si mesmo:

  • Tenho consciência de tudo o que possuo?
  • Preciso de todas as minhas “coisas” e elas fazem-me feliz?
  • A minha vida parece um pouco atulhada e, às vezes, é avassaladora?
  • Ando sempre a correr para terminar as coisas?

Por outras palavras:

Além dos benefícios financeiros, remover os elementos externos da sua vida pode ter efeitos positivos no seu bem-estar: desde minimizar o stress e a sensação de estar sobrecarregado, até aumentar a satisfação ao concentrar-se mais nas coisas e experiências importantes.

Se estas parecem ser qualidades que gostaria de ter mais presentes na sua vida, aqui estão algumas maneiras de fazer com que o minimalismo funcione para si:

1. Organize o ambiente à sua volta para libertar a sua mente
Dê uma vista de olhos à sua casa. Identifique o que tem e aquilo de que realmente precisa. Ter uma abordagem minimalista em relação às coisas, como a roupa, pode não só libertar espaço mas, ao doá-las a alguém que delas precisa irá, certamente, melhorar a sua paz interior e a sua atitude positiva.

2. Compre de forma mais inteligente
Esvaziar espaço no seu roupeiro e armários não tem de ser uma oportunidade para voltar a enchê-los com outras coisas. Quando for às compras, evite esse impulso e pergunte a si mesmo: preciso realmente disto? E se a resposta for sim, escolha algo que seja feito para durar.

3. Entra um, sai outro
É tão simples quanto isto, quando algo novo entra, algo velho tem de sair. Isso irá mantê-lo focado no valor das coisas que tem em casa e limitar os seus pertences a uma quantidade razoável.

4. O sentir deve sobrepor-se ao possuir
Minimalismo não é apenas tirar, também pode ser adicionar à sua vida – mas não necessariamente da maneira que pensa. Em vez de comprar “coisas”, tente comprar experiências; momentos a sós ou compartilhados com amigos que enriquecem a sua vida e lhe dão sentido.

5. O espírito do essencialismo
Ao ser mais seletivo sobre o que lê online ou vê na televisão, e ao limitar o uso das redes sociais, pode tornar-se mais consciente das informações importantes e dos relacionamentos essenciais na sua vida

6. Use o tempo de forma intencional
Ao elaborar a sua lista de tarefas, tente avaliar o que é importante e vale a pena fazer e o que não é. Tente definir as suas prioridades alinhando-as com os seus valores. Em última análise, isso pode ajudá-lo a tomar boas decisões, a planear o futuro e a cumprir as metas.

7. Organize a sua mente e desenvolva a consciência de si próprio
Devido o facto de que as crenças que temos sobre nós próprios poderem influenciar as nossas ações, enfrente os sentimentos ou crenças negativas. Por exemplo, sempre que acreditar que não vai conseguir alguma coisa, tente rescrever essa história com um resultado bem-sucedido. Descobrirá que pode reorganizar a sua mente livre de pensamentos redutores.

Se é alguém que consegue vislumbrar os benefícios de fazer pequenas reorganizações e cortes, o minimalismo poderá ser uma abordagem que vale a pena investigar. Mesmo uns pequenos passos na direção de um estilo de vida mais simplificado podem contribuir para uma existência mais calma e mais pacífica. E todos nós poderíamos beneficiar um pouco disso.

 

___ Referências
https://www.forbes.com/sites/deborahweinswig/2016/09/07/millennials-go-minimal-the-decluttering-lifestyle-trend-that-is-taking-over/#492446283755
https://www.theguardian.com/books/2017/apr/12/goodbye-things-hello-minimalism-can-living-with-less-make-you-happier
https://www.psychologytoday.com/au/blog/anxiety-zen/201612/minimalism-when-living-less-means-more-mental-health

How to Declutter for Peace and Well-Being


https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/stress-management/in-depth/how-decluttering-your-space-could-make-you-healthier-and-happier/art-20390064
https://www.sciencedaily.com/releases/2007/11/071112133809.htm
https://www.simplyfiercely.com/simple-living-back-to-basics/

Estes artigos podem interesar-lhe

UMA MOTIVADA EMPREENDEDORA USOU O ‘HARA’ PARA MUDAR UMA ESQUINA DE EAST LONDON…

SAIBA MAIS

7 LIVROS PARA TER NA MESA-DE-CABECEIRA

SAIBA MAIS

DESCUBRA COMO O SEU INTESTINO É A “CASA” DAS PEQUENAS GRANDES COISAS

SAIBA MAIS

4 IDEIAS DE RECEITAS NUTRITIVAS PARA SE INSPIRAR NO DIA A DIA

SAIBA MAIS

CRIAR UM BEBÉ: PEQUENAS DICAS QUE TODOS OS QUE SÃO PAIS PELA PRIMEIRA VEZ DEVEM SABER

SAIBA MAIS

SINTONIZE-SE COM O SEU “HARA” E ENCONTRE O EQUILÍBRIO INTERNO

SAIBA MAIS